quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Encontro de formação reúne comunidade no CRAS Vila Coqueiral

O Centro de Referência em Assistência Social – CRAS Vila Coqueiral realizou, no último mês de outubro, mais um encontro de formação dos usuários sobre as Políticas Públicas Intersetoriais. 

A formação faz parte de um conjunto de ações envolvendo uma parceria entre a comunidade e o poder público em torno dos temas participação social, sustentabilidade e novos hábitos ao lidar com os resíduos (lixo). 
De acordo com Lúcia Henriques Mattos, coordenadora do Espaço BH Cidadania / CRAS- Vila Coqueiral: “ao longo do processo de formação identificou-se, junto aos moradores, a necessidade de um conhecimento mais aprofundado das políticas da rede. Então, durante os meses de outubro e novembro realizamos três encontros, com a participação de profissionais da Gerência Regional de Áreas de Risco - GERARI, além de profissionais da Saúde, Zoonoses, Assistência Social, SLU e PROPAM.

No mês de outubro a Copasa  e Defesa Civil também participaram de um dos encontros. Em sua exposição da Copasa orientou sobre a importância do cuidado com nossas águas e alertou para a necessidade de um consumo racional, postura que precisamos aprender para que não pereçamos pela falta deste importante recurso natural. Já a Defesa Civil apontou os riscos relacionados às construções irregulares nos períodos chuvosos.
Para encerrar este ciclo de formação, o CRAS organizou um passeio dos moradores e profissionais da rede ao "Circuito das Águas da Pampulha". Durante o percurso os moradores tiveram a oportunidade de conhecer as nascentes que formam os rios do entorno da Pampulha e a rede de tratamento das águas da Bacia.

Segundo Lúcia Mattos, o retorno dos moradores quanto ao conteúdo das oficinas foi muito positivo e a expectativa é que os trabalhos prossigam no próximo ano. “A proposta é ampliar ainda mais o envolvimento dos moradores na construção de propostas que visam a melhoria das condições de vida da população”, contou a coordenadora.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Herói brasileiro é homenageado na Regional Noroeste

Em uma emocionante solenidade realizada no Cemitério do Bonfim que fica na Regional Noroeste, celebrou-se, nesta segunda feira, 28 de Novembro, os 81 anos da “Intentona Comunista” no Brasil. A solenidade que até o ano passado era realizada pela Associação de Reservistas do Brasil- AREB, foi realizada pelo Comando da 4ª Região Militar.  O  evento possui o objetivo de homenagear os 28 militares mortos durante a rebelião promovida contra o governo do então presidente Getúlio Vargas, em 1935.

Participaram das atividades, comandantes de várias organizações militares das guarnições da Capital e também militares da Reserva. O local escolhido para a solenidade – o Cemitério do Bonfim, guarda os restos mortais do único militar mineiro morto durante a rebelião, o Capitão do Exército Brasileiro Benedicto Lopes Bragança que tinha 25 anos quando morreu.   
  


Após a leitura de todos os nomes dos militares mortos na rebelião, e aos brados de “Presente”, ecoados pela tropa, uma coroa de flores foi depositada pelo exmo Sr. General Rômulo Bini Pereira, acompanhado de familiares do Capitão Bragança, junto ao seu túmulo e o toque de Silêncio homenageou a memória de todos os heróis falecidos. 
 Reserva ativa


A Associação dos Reservistas do Brasil – AREB integrou a tropa que participou da solenidade com um pelotão de cerca de 30 homens. Para o atual presidente da entidade, Carlos Augusto Pina, reservista do Exercito Brasileiro, participar deste momento é uma honra: “São eventos como esses que demonstram que nossa associação está disposta a contribuir todas as vezes que for evocada e para nós da AREB é uma honra participar de uma solenidade que possui uma magnitude de tamanho imensurável, afinal, manter acesa a chama da história destes homens que deram a vida pelo País faz parte de nossa missão”, encerrou o presidente.




sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Mês da Consciência Negra é celebrado na Regional Noroeste

Teve início no dia 01 de novembro e prossegue até o dia 30 deste mês, uma série de atividades alusivas ao mês da consciência negra na Regional Noroeste. Mais de 40 eventos com programações diversificadas como oficinas, palestras, concursos de beleza, filmes comentados, apresentações culturais, comidas típicas e muita musica, com grupos locais da região, dentre eles a Velha Guarda do Samba, um dos grupos mais tradicionais da regional, comemoram o mês da Consciência Negra na Regional Noroeste.


O evento de abertura foi a sinalização do prédio da Regional que fica na Rua Peçanha, 144, Carlos Prates, quando foram inseridas na fachada frontal do prédio, 04 faixas, cada qual com as cores que representam o continente africano, a saber: O amarelo que faz alusão ao resplendor do sol, o verde que simboliza as florestas, o vermelho que simboliza as fogueiras (para alguns, o sangue derramado pelo processo de escravização) e o preto tipificando a noite e o momento de descanso nas senzalas.
“Nosso objetivo é promover os avanços e conquistas às políticas municipais da Igualdade Racial. Utilizamos como ferramenta a disseminação das manifestações artístico-culturais do continente africano em nossa região”, afirmou o servidor Rodrigo Araújo Cruz, coordenador do grupo gestor da Regional e conselheiro municipal da Igualdade Racial.
Claudia Melo, gerente regional de Políticas Sociais, afirmou que o trabalho tem apresentado avanços significativos ao longo dos anos: “É com satisfação que percebemos neste ano um avanço nas ações da Política de Igualdade Racial no território da Regional Noroeste, quando a partir de todos os movimentos que realizamos ano passado encontramos  a temática inserida inter e transversalmente nos serviços, com agendas fixas, trabalho continuado, fatos que contribuem para a efetivação da política da Igualdade Racial, desenvolvida no município de Belo Horizonte e que não passa somente pela criação de políticas públicas, mas também pelas relações que estas políticas estabelecem entre si para atender às necessidades da população de uma determinada área geográfica”, encerrou.  

No dia 20 de Novembro, Dia Nacional da Consciência Negra, instituído oficialmente pela lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011 e que faz referência à morte de Zumbi, o então líder do Quilombo do Palmares, aconteceram várias atividades especiais nos equipamentos da educação e social da Regional Noroeste. 
A programação completa do Mês da Consciência Negra na Regional  Noroeste, que acontece nas quatro sub-regiões, está disponível no endereço eletrônico: www.olharnoroeste.blogspot.com.br